Prevenção: o melhor remédio na luta contra a AIDS

15443048883043075-1200x769.jpg

Há várias segundas aids é uma doença epidêmica que persiste vitimando muitas pessoas. Engana-se completamente quem pensa que é coisa do passado. O Dia Internacional da doença, que ocorre no início de dezembro, foi criado para uma discussão sobre a luta que não tem dados para terminar.

De acordo com o Ministério da Saúde, como são as 827 mil pessoas convividas com o vírus da AIDS / HIV no Brasil. A ano, uma média de 40 mil novos exemplos são cumpridos. Em todo o mundo a AIDS atinge 36,9 milhões de pessoas, segundo levantamento da Unaids .

No Brasil, entre 2006 e 2015, a incidência do vírus chegou a triplicar na base masculina entre 20 e 29 anos. Já entre as mulheres, o número de diagnósticos tem baixo de forma contínua, a venda de faixas etárias entre 15 e 19 anos (aumento de 13%), 55 a 59 anos (alta de 2,7%) e mais de 60 anos (aumento 24,8%).

O vírus do HIV

O vírus é o vírus da imunodeficiência humana. Causador da AIDS, o HIV é responsável por atacar o sistema imunológico humano. Ao atacar os linfócitos, as células fundamentais para proteger o organismo de doenças, o vírus altera o DNA das células, conseguindo fazer as cópias do mesmo, fato que o multiplica rapidamente.

Mas a atenção: o HIV não é a mesma coisa que a AIDS. Há muitos pacientes soropositivos que vivem por anos sem apresentar nem desenvolver uma doença. Mas, ainda assim, podem transmitir o vírus não como medidas de prevenção. 

O retrovírus do HIV é caracterizado por alguns tratos em particular: tem um período de incubação prolongada antes do surgimento dos sintomas da doença, que causa infecção das células do sangue e do sistema nervoso, além da supressão do sistema imune.

Transmissão e sintomas

O vírus HIV pode ser transmitido sexualmente, através da abordagem sem preservativo, ou pelo compartilhamento de seringas contaminadas e também durante a gravidez, de mãe para filho, quando se trata de uma medida de defesa não tomada.

A transfusão de sangue contaminado, aliado ao uso inadequado de seringas, também pode ser um agente causador da doença. Instrumentos que atuam e cortam sem esterilização devida, dependendo do caso, também são ocasionar uma contração do vírus. 

Atualmente, o principal via de transmissão é sexual. Por isso, o uso de preservativos durante as necessidades é uma forma de evitar a doença.

De acordo com os infectologistas, o HIV é um vírus oportunista. Por isso, demora, em média, de cinco a dez anos para se manifestar. Exemplos de casos em que uma doença ficou encubada por mais de 20 anos.

Os sintomas iniciais se assemelham às outras doenças: febre, diarreia, cansaço, aumento dos gânglios linfáticos. Mas podem se agravar em alterações no sistema nervoso, emagrecimento intenso, pneumonia grave, entre outras, que afetam muito a qualidade de vida .

Diagnóstico e Tratamento

A facturação de check-ups é essencial e, entre outros problemas, é capaz de detectar a presença do vírus HIV para dar a resposta ao tratamento após o diagnóstico. 

A terapia anti-retroviral, mais conhecida como coquetel, é uma terapia de anti-retroviral, mais conhecida como coquetel, mantendo-a adormecida e com uma contagem baixa.

Cabe ressaltar that Nenhum Medicamento Disponível para TRATAR um SIDA mata o vírus, e Um paliativo não Qual o desafio principais fazer SOBRE CONTROLE E Paciente Manter o HIV – – Diferente de algumas  Doenças sepulturas Que, diagnosticadas há INÍCIO, curadas PODEM SER.

A AIDS não tem cura, mas tem prevenção! Adote as práticas para prevenir e prevenir a ocorrência de exames periódicos. Converse com os especialistas do Vita Check-up e saiba como cuidar bem da sua saúde.


1543326856160543.jpg

O sedentarismo é uma das principais causas de várias complicações de saúde em todo o mundo – e assunto sempre mencionado em um check-up médico.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), um entre cada quatro brasileiros é sedentário. Os índices são alarmantes: cerca de 81% da população mais jovem do país não pratica atividades físicas ou possui bons hábitos saudáveis.

A ausência de uma rotina saudável pode aumentar a incidência de problemas de saúde sérios, como doenças cardíacas, AVC (Acidente Vascular Cerebral), diabetes, depressão, ansiedade, obesidade, pressão alta e aumento do risco de câncer colorrretal e mama.

Descubra a seguir como uma rotina de exercícios físicos, além de um check-up médico periódico, podem afastar os riscos para a sua saúde e garantir mais bem-estar e longevidade.

Como o sedentarismo prejudica sua saúde e seu bem-estar?

Os especialistas afirmam consistentemente que levar um estilo de vida sedentário pode prejudicar sua qualidade de vida e contribuir para:

  • Obesidade;
  • Diabetes tipo 2;
  • Alguns tipos de câncer;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Morte prematura.

Períodos prolongados de inatividade podem deixar seu metabolismo mais lento e prejudicar a capacidade do organismo em controlar os níveis de açúcar no sangue, regular a pressão sanguínea e decompor a gordura. Tudo isso pode ser observado ao fazer um simples check-up médico.

Um estilo de vida sedentário também pode ter um impacto negativo no bem-estar mental. A falta de atividades físicas pode aumentar os riscos de um transtorno de saúde mental.

Mas escapar disso é totalmente possível – é só conferir as dicas abaixo!

Dicas para espantar o sedentarismo

Se você anda inativo já há um certo período de tempo, cancelou sua matrícula na academia ou as aulas de ioga devido a outras demandas urgentes, seu corpo já deve estar se acostumando ao sedentarismo. Ainda mais se você tem deixado seu check-up médico de lado.

Aqui estão algumas mudanças simples de estilo de vida que podem ser feitas para se manter em forma e saudável:

Use menos o carro e o elevador

Caminhar é um tipo de exercício de baixa intensidade que pessoas de qualquer faixa etária podem praticar. Além disso, traz uma série de benefícios à saúde:

  • Gerenciamento de peso;
  • Redução do risco de doenças cardiovasculares;
  • Melhora nos níveis de energia;
  • Controle das alterações de humor.

Caminhar por, pelo menos, 15 a 30 minutos por dia pode melhorar suas condições gerais de saúde e fazer com que você viva mais.

Se é difícil encontrar tempo para caminhar, experimente pequenas mudanças:

  • Use as escadas em vez do elevador;
  • Faça pequenos percursos a pé – compras, farmácia, salão de beleza etc;
  • Adote o hábito de andar no seu tempo de intervalo: durante a pausa para o almoço, voltando para casa, entre outros.

Faça aulas de aeróbica ou dança

Exercícios podem ser chatos, então escolha algo interessante e divertido.

Aulas de dança ou aeróbica são dinâmicas e ótimas para a sua saúde em geral. Aprender algum tipo de dança também melhora as habilidades cognitivas à medida que você avança e aprende novos movimentos.

Movimente-se durante a jornada de trabalho

Enquanto você está no trabalho, experimente fazer algumas atividades em pé. Uma reunião, por exemplo, pode ser muito mais produtiva e rápida se feita dessa forma.

Se você estiver em casa, faça trabalhos domésticos – como cortar legumes e pagar as contas em pé, em vez de ficar sentado.

Quanto mais tempo você permanece sentado, mais provavelmente ficará inativo, letárgico e ganhará peso.

Reduza o tempo em frente à TV, smartphone e tablets

A maioria das pessoas passa pelo menos seis horas por dia conectadas em seus computadores ou dispositivos móveis.

Isso agrava o impacto da inatividade física, ampliando o risco de desenvolver uma série de doenças relacionadas ao estilo de vida: obesidade, complicações cardiovasculares, diabetes e muito mais.

Por isso, experimente trocar parte deste tempo por atividades mais dinâmicas – ou troque o sofá pela bicicleta ergométrica ou esteira ao acompanhar suas redes sociais ou assistir àquela série preferida.

Check-up médico é importante nessa fase

Se você está querendo sair do sedentarismo, praticar uma atividade física é o ideal. Mas para garantir os benefícios dessa prática, é importante fazer um check-up médico.

Com ele, você saberá o status atual de sua saúde e descobrir que tipo de exercícios serão mais adequados e benéficos para suas condições atuais.

Confira o Check-up FITNESS do VITA Check-up. E comece a se preparar para uma vida mais dinâmica, saudável e feliz.


15437638515357265.jpg

Você pertence àquele grupo de profissionais que precisa ser intimado pelo RH para marcar as férias e mesmo assim não consegue desligar-se completamente da rotina no escritório?

Mais do que um direito de qualquer trabalhador, tirar férias é  fundamental para garantir seu bem-estar físico e mental e melhorar sua qualidade de vida no trabalho.

Passar um período longe do escritório é tão benéfico que pode até mesmo ajudá-lo a alcançar aquela promoção tão desejada. Duvida? Então descubra o que alguns estudos científicos conduzidos por instituições de prestígio no exterior dizem sobre essas temporadas de descanso.

4 motivos para tirar férias e aumentar sua qualidade de vida no trabalho

1. Ajuda a reduzir o estresse

Anda estressado, se irritando facilmente com os colegas e cometendo erros em atividades que sempre lhe pareceram simples com cada vez mais frequência?

A falta de descanso pode ser a raiz do problema. Segundo uma pesquisa realizada na Holanda com mais de 1.500 pessoas, tirar férias ajuda a reduzir o estresse e garantir um retorno ao trabalho mais tranquilo e produtivo.

De acordo com o estudo, aqueles que tiraram férias aumentaram o seu índice de felicidade, melhoraram a produtividade em até 25%, diminuíram a quantidade de equívocos nas atividades rotineiras e o número de desentendimentos com colegas de trabalho.

2. Previne doenças cardiovasculares

Segundo um estudo realizado ao longo de 40 anos na Finlândia e apresentado em um congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, tirar férias longas também ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e, consequentemente, aumenta a longevidade.

Para a realização do estudo, os pesquisadores dividiram mais de 1.200 executivos de meia idade com ao menos um fator de risco para doenças cardiovasculares em dois grupos.

Os membros do segundo grupo eram aconselhados de tempos em tempos a seguirem uma dieta saudável, praticar atividades físicas, perder peso e parar de fumar. Se estes conselhos não faziam efeito, o grupo recebia a recomendação de usar medicamentos para diminuir a pressão e o colesterol.

Após diversos anos de análise, os pesquisadores concluíram que os participantes desse grupo que tiraram menos de 3 semanas de descanso anuais tinham 37% a mais de chances de morrer do que aqueles que tiraram períodos de férias de mais de 3 semanas.

Em outras palavras, ainda que você adote hábitos saudáveis, com cardápio equilibrado e prática de exercícios constantes, é essencial abrir espaço na sua agenda para um período de lazer e descanso se a ideia é manter-se saudável e viver por mais tempo.

3. Aumenta a produtividade

Você fica hesitante na hora de marcar as férias porque acredita que estar sempre ativo é o caminho mais curto para aquela tão sonhada promoção?

Acredite, é hora de rever esses conceitos e buscar mais qualidade de vida no trabalho. De acordo com um estudo realizado pela iniciativa norte-americana Project: Day Off, 27% dos entrevistados que aproveitaram as fé rias integralmente foram promovidos, uma vez que o período de descanso ajudou a garantir mais saúde física e mental e aumentou sua produtividade.

Na verdade, considerar-se uma espécie de “mártir do trabalho”, que jamais tira férias e está sempre disponível, pode acabar prejudicando seu progresso profissional.

A mesma pesquisa relata que 79% dos entrevistados que desejam ser vistos pelo seu superior como um profissional incansável, que não necessita tirar férias ou cuidar da saúde, receberam aumentos salariais, contra 84% daqueles que não tem esse perfil, mas foram promovidos da mesma maneira.

Logo, se a ideia é ter mais chances de alcançar uma promoção, não abra mão desses períodos de pausa na rotina. Além de aumentar sua produtividade, a medida evita desgastes físicos e emocionais que podem acabar dificultando o seu desenvolvimento profissional.

4. Melhora a qualidade do sono

Além de todos esses benefícios, tirar férias ajuda você a se manter bem longe das noites mal dormidas, que diminuem sua qualidade de vida no trabalho e afetam sua capacidade de realização.

De acordo com o estudo Holiday Health Experiment, conduzido por um dos maiores institutos de saúde do Reino Unido, o Nuffield Health, desligar-se totalmente das atividades rotineiras por alguns dias e fazer uma viagem é o suficiente para melhorar expressivamente a sua qualidade de sono.

O bem-estar físico e mental provocado por esses dias de descanso tende a se prolongar por alguns meses, melhorando a produtividade e a qualidade de vida no trabalho. Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores dividiram voluntários em dois grupos: o primeiro utilizou o período de férias para viajar, enquanto o segundo permaneceu trabalhando na sua cidade de origem.

Segundo a pesquisa, o grupo que se desligou da rotina apresentou uma melhora na qualidade do sono de 17%, enquanto os que ficaram na cidade pioraram no mesmo quesito em 14%. Em outras palavras, se  você quer manter o foco e a concentração no trabalho por muito mais tempo, comece a planejar sua próxima viagem!

Como você pode ver, tirar férias é fundamental para quem busca mais qualidade de vida no trabalho. Além disso, visitar uma clínica de check-up anualmente também é essencial para garantir seu bem-estar e deixá-lo pronto para enfrentar com saúde e disposição a volta ao trabalho!

Gostou de saber mais sobre a importância das férias na qualidade de vida no trabalho? Se você quer manter a saúde em dia e evitar afastamentos provocados por enfermidades que poderiam ser evitadas ou diagnosticadas precocemente, conheça os check-ups corporativos da Vita Check-Up e descubra o que eles podem fazer pelo seu bem-estar!


1542651209077377-1.jpeg

Os cuidados com nosso bem-estar passam, necessariamente por exames preventivos regulares onde, entre outras providências, o paciente fornece materiais – como sangue e urina – para verificação do seu estado de saúde. Essas amostras são enviadas para um laboratório de análises clínicas e um resultado incorreto pode ocasionar sérias consequências.

Se a pessoa tiver algum problema que não for detectado, não fará o tratamento adequado. Em contrapartida, se o paciente for diagnosticado com algo que não tem, poderá fazer uso de medicamentos desnecessários – sem contar outros inconvenientes como o fator psicológico, preocupação da família, etc.

Pela importância dessa etapa de investigação da saúde do paciente, é preciso cuidado na escolha do laboratório de análises clínicas. Ao selecionar o laboratório ideal, vale a pena conferir alguns itens, entre eles:

1. Qualidade e reputação

Uma busca na internet revelará se o laboratório é bem avaliado pelos clientes e, até mesmo, se houve casos de erros de diagnósticos. Outra forma de saber a qualidade dos serviços é conversando com pacientes para saber o que acharam dos serviços prestados.

Confira também se a empresa possui os certificados conferidos pelas associações de classe a que pertence e se eles estão dentro do prazo de validade.

2. Organização e limpeza

Avalie sempre os procedimentos de higiene adotado pelo local: se os profissionais usam luva e outros materiais descartáveis; se as paredes, espaços e uniformes estão limpos.

Também verifique se a identificação do material coletado foi feita de modo correto e na frente do paciente,

3. Atendimento

Um bom atendimento começa na recepção, passando pelos responsáveis pela coleta e, até mesmo, na forma de entregar os resultados. Cortesia, profissionalismo são itens obrigatórios, assim como pontualidade na entrega do resultado.

Importância da parceria entre a clínica de check-up e o laboratório de análises clínicas

Não é segredo para ninguém que uma vida saudável e longeva, que ofereça qualidade e bem-estar, requer cuidados como uma alimentação balanceada, atividade física regular e a realização de check-ups periódicos – onde é possível detectar eventuais desequilíbrios, tratando-os antes que ocasionem problemas na rotina diária e comprometam a qualidade de vida.

Nesse contexto, é essencial buscar uma clínica especializada em check-up – com médicos capacitados e atendimento de qualidade -, que conte com a parceria de um centro de diagnóstico de ponta.

É o caso de VITA Check-up Center,  no Rio de Janeiro. Todos os exames de análise clínica de seus clientes são realizados  pelo Grupo Hermes Pardini, um dos maiores laboratórios do Brasil, considerado referência nacional em medicina diagnóstica e preventiva.

Através do uso de equipamentos e softwares de alta tecnologia, o laboratório oferece total confiabilidade nos resultados e, ainda, agilidade na entrega mesmo no caso de exames de alta complexidade. Outros dois grandes benefícios é o rastreamento de exames e a possibilidade dos médicos interagirem com a equipe técnica para discutirem os laudos em tempo real.

Exames preventivos são essenciais para uma vida saudável, mas precisam ser realizados por uma clínica especializada, como Vita Check-up, e contar com a parceria de um laboratório de análises clínicas experiente e moderno, características identificadas no Grupo Hermes Pardini.

Se você quer saber mais sobre cuidados essenciais para seu bem-estar ou agendar seu check-up, fale com nosso time de especialistas.

 


1543344774931659.jpg

Com a chegada de dezembro, muitas pessoas começam a experimentar alguns sintomas do estresse de fim de ano.

Não é impressão, é fato: de acordo com o ISMA Brasil (Internacional Stress Management Association – Brasil) os sintomas do estresse aumentam em média 75% nos últimos meses do ano.

Não é para menos. Sua agenda começa a ser tomada por happy hours, confraternizações e festas de encerramento das crianças na escola. As decorações começam a tomar as ruas, shoppings e corredores do seu prédio.

No geral, todo mundo tende a ficar um pouco mais sensível neste período. Junte as compras de natal com o estresse no escritório e os prazos de fim de ano: qualquer um pensa em pular no próximo trenó para bem longe.

Saiba como lidar com todos estes sintomas do estresse que surgem sempre no fim de ano com a ajuda desse artigo feito especialmente para você.

Por que os sintomas do estresse aparecem mais nesta época do ano?

Uma das maiores causas de estresse nesta época do ano é o aumento das responsabilidades que vêm com as festas de fim de ano.

Hospedagem, festas ou visitas a familiares e amigos, compras, planejar o cardápio, cuidar dos embrulhos – é uma longa lista.

Além disso, há a rotina no trabalho – algumas empresas emendam o período entre as festas, fazendo com que os colaboradores tenham que correr com os compromissos deste período.

Como se toda esta responsabilidade extra já não fosse o suficiente, há ainda o aspecto emocional desse período do ano. O Natal pode trazer sentimentos de solidão ou tristeza para aqueles que perderam entes queridos ou são socialmente isolados.

Todos estes fatores são gatilhos para os sintomas do estresse que surgem neste período do ano.

Para sobreviver a este período e começar o ano em equilíbrio, coloque em práticas as nossas dicas a seguir.

Dicas para amenizar os sintomas do estresse no fim de ano

Aqui estão algumas dicas para trazer-lhe conforto e alegria nesta época do ano, tornando a sua experiência no período de festas um pouco mais gerenciável:

Identifique os pontos de pressão

Com quais aspectos da loucura do final do ano você acha mais difícil lidar?

No trabalho, podem ser reuniões extras sobre os relatórios ou planejamento do próximo ano. Em casa, podem ser eventos escolares adicionais ou compras de fim de ano. Poucas horas de sono ou uma alimentação desregrada também impactam sua qualidade de vida.

Depois de identificar o que agrava seus sintomas do estresse no período, crie uma estratégia para gerenciar isso: terceirize algumas tarefas, postergue outras ou apenas trabalhe com expectativas realistas.

Pare de antecipar resultados negativos

O provérbio “só o peru morre na véspera” não é tão verdadeiro assim: um dos maiores gatilhos dos sintomas do estresse está justamente na antecipação do que pode dar errado.

Não sofra por antecedência: o tender não vai estar caríssimo, os presentes das crianças não vão sumir das lojas, você não vai estourar os prazos no escritório, o amigo secreto do trabalho não vai cair no mesmo dia da confraternização dos amigos.

Mesmo se algo assim acontecer, você poderá lidar com isso no momento certo.

Invista no seu bem-estar

Acredite: o dinheiro pode (às vezes) comprar felicidade. O truque é usá-lo para ganhar tempo em vez de bens materiais.

Terceirize as tarefas que você considera chatas: chame uma empresa para a limpeza geral da casa, compre a ceia de natal pronta, deixe as compras de natal nas mãos de um personal shopper.

Mas à medida que a pressão do final do ano se instala e os sintomas do estresse surgem, é ainda mais importante investir no seu bem-estar. Faça uma boa massagem ou um spa day, faça um check-up médico para se preparar para os excessos das festas e para o novo ano.

Comece 2019 sem sintomas de estresse: marque seu check-up no VITA Check-up!


Copyright 2018 VitaCheckup Center. Todos os Direitos Reservados.