Check-up: avanços científicos que garantem mais saúde

15409070768380156.jpg

Um bom check-up é uma poderosa ferramenta para quem busca manter sua saúde e bem-estar em dia.

No entanto, cada descoberta médica revolucionária até aqui significou um passo crucial para a compreensão dos complexos mistérios da doença e da medicina. Como resultado, vimos o desenvolvimento de medicamentos e tratamentos que foram fundamentais para salvar milhões de vidas.

Em tempos de transformação digital, essas novidades surgem cada vez mais rápido – e os avanços médicos continuam sendo feitos todos os dias em todo o mundo.

Veja a seguir uma breve lista dos principais avanços médicos da história até agora:

Vacinas

As vacinas foram um poderoso avanço no combate de doenças em todo o mundo. Começando com uma tentativa de Edward Jenner em 1796 de usar inoculações para domar o vírus da varíola, a utilidade e popularidade das vacinas cresceram exponencialmente.

Ao longo dos anos 1800 e início de 1900, várias vacinas foram criadas para combater algumas das doenças mais mortais do mundo, incluindo varíola, raiva, tuberculose e cólera.

Hoje técnicas inovadoras conduzem a pesquisa de vacinas, com tecnologia de DNA recombinante e novas técnicas de entrega.

Os alvos de doenças se expandiram e algumas pesquisas de vacinas estão começando a se concentrar em condições não infecciosas, como vícios e alergias.

Manter a carteira de vacinação em dia é essencial e, caso você precise, o VITA Check-up pode te ajudar nessa tarefa.

Antibióticos

A descoberta da penicilina, por Alexander Fleming em 1928, representa o maior avanço médico no século 20 – embora uma equipe de pesquisadores da Universidade de Oxford tenha realizado as etapas críticas que permitiram que a substância fosse usada para curar infecções bacterianas.

Outros antibióticos surgiram na sequência – fazendo com que doenças que antes matavam milhões de pessoas, como a tuberculose, pudessem ser curadas.

O mesmo se aplica ao acompanhamento médico: quando você faz um check-up periódico de qualidade, pode diagnosticar previamente uma série de problemas, fazer o tratamento adequado e ter mais saúde por muito mais tempo.

Transplante de órgãos

Em 1954, os cirurgiões Joseph Murray e Hartwell Harrison, em Boston, EUA, realizaram o primeiro transplante de órgão bem-sucedido, tomando um rim de um doador e transferindo-o para seu irmão gêmeo idêntico.

Seguiram-se outros transplantes de órgãos, incluindo o primeiro transplante de coração bem-sucedido em 1967, realizado pelo Dr. Christiaan Barnard. O mesmo ano viu o primeiro transplante de fígado que foi um sucesso total.

Hoje o Brasil apresenta números bastante positivos nesse setor: mais de 25 mil transplantes foram realizados no País só em 2016. Em 2017 foram cerca de 27 mil, número recorde na história.

Marca-passos

O marca-passo cardíaco foi inventado em 1949 por John Hopps, um engenheiro eletricista canadense que descobriu que a estimulação elétrica poderia manter o coração batendo em cães hipotérmicos.

Nove anos depois, o cardiologista Rune Elmqvist realizou a operação para inserir o marca-passo em um paciente sueco de 43 anos, Arne Larsson, que sofria de arritmia cardíaca e teve seu quadro agravado por conta de uma infecção viral. Larsson sobreviveu até os 86 anos.

Hoje, cerca de 500 mil brasileiros possuem um marca-passo instalado. Para garantir o pleno funcionamento do aparelho e uma vida saudável, é essencial fazer check-up periodicamente, sempre orientado pelo profissional responsável.

Tecnologias de imagem inovadoras

A tecnologia do raio-X está disponível desde o século XIX – até a chegada da década de 1970, que trouxe o advento de duas outras tecnologias revolucionárias: a tomografia computadorizada (CT), às vezes referida como uma tomografia e a ressonância magnética (MRI).

Isso revolucionou a medicina em inúmeras áreas: de um simples check-up às cirurgias de grande complexidade, proporcionando maior qualidade de vida às pessoas. Desde a sua introdução no campo da saúde, a tecnologia de imagem permitiu que os médicos estabelecessem novos procedimentos que agora servem como componentes vitais do diagnóstico do paciente.

Os médicos hoje usam imagens para que possam visualizar os órgãos internos dos pacientes e diagnosticar com precisão as doenças e estabelecer um plano cirúrgico mais preciso e eficaz.

Indo além, atualmente já é possível contar com os algoritmos de aprendizado de máquina, que permitem aos profissionais processar grandes quantidades de dados de imagem instantaneamente.

A tecnologia pode ser muito mais precisa do que a capacidade de uma pessoa perceber pequenos detalhes nos resultados de exames de imagem, como mamografias e tomografia computadorizada (TC).

A tecnologia a serviço da saúde

Além disso, a tecnologia de aprendizado profundo ajuda os equipamentos de imagem mais recentes a identificar condições que os médicos não estão procurando porque estão focados em resolver um problema de saúde imediato.

Isso é especialmente benéfico para identificar condições potencialmente letais que não seriam diagnosticadas sem a tecnologia.

Os especialistas do VITA Check-up estão constantemente em busca das principais inovações e das melhores tecnologias para seus pacientes, conferindo pesquisas que surgem em todo o planeta e participando de eventos da área médica-científica no Brasil (como o Fórum Inovação Saúde – FIS) e no exterior. Tudo para garantir mais saúde e bem-estar para todos.

Você também pode manter-se sempre atualizado sobre saúde e avanços da medicina: é só acompanhar o nosso blog!


Copyright 2018 VitaCheckup Center. Todos os Direitos Reservados.