O verão exige uma alimentação saudável

15443527435021307.jpg

O verão, sinônimo de curtição, viagem e praia, é uma época do ano que exige alguns cuidados específicos para aproveitar esse período de sol com responsabilidade e dizer adeus ao estresse.

Grande parte dessa receita de bem-estar passa por uma alimentação saudável, uma vez que, diante de altas temperaturas,  a perda de líquidos e sais minerais acontecem com maior intensidade, sendo necessário mudar a dieta para manter a saúde em dia.

Se você deseja aproveitar tudo o que a estação mais quente do ano pode oferecer, siga na leitura deste artigo e descubra que o verão requer mais do que preocupação com a parte física, sendo preciso redobrar os cuidados com a alimentação e a hidratação do organismo.

Os segredos de uma alimentação saudável

O clima de sol e calor desperta novas necessidades – e vontades – no consumidor. Prefira escolher alimentos leves – folhas, verduras e saladas são uma ótima pedida e tente maneirar no consumo de proteínas e carboidratos.

Saladas, grãos e frutas são excelentes também. Alimentos de fácil digestão, saudáveis e que saciam a fome. Sanduíches naturais, carnes magras e legumes também podem compor uma dieta saudável.

Evite frituras e gorduras em excesso, pois tais alimentos dificultam a digestão. A digestão demorada fica ainda mais debilitada em altas temperaturas – imagina comer uma feijoada na beira da praia: receita perfeita para a indigestão, não é?

As frutas, além de serem um alimento saudável e ótima alternativa para a sobremesa, também são grandes fontes de hidratação. Opções como melancia, melão, maçã e abacaxi, por exemplo, consistem em uma ótima forma de hidratar o organismo por conta da quantidade de água que contêm.

Além das frutas mais suculentas, que têm bastante água em sua composição, a hidratação também deve ser feita religiosamente. Procure ingerir algum líquido (sucos naturais, isotônicos, água) a cada 2 horas para manter sempre o corpo refrescado. Sobretudo quando se está na praia, à exposição do sol, manter o organismo hidratado é uma condição essencial para o bem-estar.

Estimule o apetite no calor!

As altas temperaturas agravam a sensação de cansaço, podendo tirar o ânimo ao longo do dia e, até mesmo, o apetite. Contudo, até mesmo a diminuição no desejo de comer deve ser combatida – mesmo para quem está brigando com a balança, deixar de comer por períodos longos não é uma boa recomendação.

É preciso se alimentar e se hidratar regularmente para manter o organismo equilibrado e aumentar a resistência.

Estimule o apetite ao ingerir pequenas porções em intervalos de tempo fixos. Experimente comer de três em três horas, alternando grãos, saladas (constituídas por quase 90% de água) e, por exemplo, um sanduíche natural – mas nada de alimentos pesados que dificultem a digestão – a alimentação leve é fundamental para manter o corpo protegido e sem desgastes na digestão.

Na praia, muito cuidado com alimentos vendidos por ambulantes! Não só o armazenamento do produto, como também a exposição constante ao sol, pode alterar suas propriedades e causar graves prejuízos à saúde.

Escolha opções mais refrescantes e saudáveis e considere levar de casa algumas frutas já higienizadas e armazenadas em uma bolsa térmica, por exemplo.

Todos sabem que uma boa alimentação é fundamental para uma vida saudável, assim como a realização de check-ups médicos regulares realizados em clínicas idôneas.

Por isso, antes de encarar o verão, garanta que os exames estejam em dia, que a dispensa esteja repleta de boas opções e tome cuidado com o comércio na praia. Não vale perder o tempo de descanso e curtição por conta de uma intoxicação alimentar, não é mesmo?

Bem-estar e saúde é a nossa praia. Se é a sua também, te convidamos a acompanhar nossos conteúdos, voltados à qualidade de vida. Acreditamos que você vai gostar!


15402185154370391.jpg

Muitas pessoas acreditam que uma pessoa com obesidade não poderia estar fisicamente em forma – mesmo que ela tenha bons hábitos e mantenha uma rotina regular de check-up.

Mas estudos estão mostrando o contrário dessa teoria tão popular: a obesidade por si só não significa um aumento na taxa de mortalidade.

De fato, pessoas com quilinhos a mais na balança podem ser mais saudáveis que pessoas magras – descubra como isso é possível na leitura a seguir.

Quais são os riscos da obesidade?

De acordo com o Ministério da Saúde, a cada cinco brasileiros, uma está acima do peso – em dez anos, a incidência da obesidade pulou de 11,8% para 18,9%.

Mas um estudo, publicado no Journal of American Medical Association, não encontrou aumento do risco de morte para pessoas com sobrepeso (aquelas com IMC de 25-29,9), sugerindo que pessoas com poucos quilos extras, mas que possuem bons hábitos, podem ser relativamente saudáveis.

Mas nada de repetir a sobremesa hoje – para isso, é importante que a pessoa com sobrepeso esteja com os outros fatores em ordem:

  • Circunferência da cintura;
  • Atividade física regular;
  • Dieta saudável;
  • Não fumar e manter consumo moderado de álcool;
  • Ausência de problemas médicos significativos ou histórico familiar de doenças crônicas;
  • Check-up sempre em dia.

Estar acima do peso pode aumentar o risco de problemas de saúde, especialmente para portadores do diabetes tipo 2, doenças cardíacas e pressão alta.

Por isso vale reforçar que embora o excesso de peso ainda seja considerado uma condição saudável, é preciso monitorar com uma rotina regular de check-up e manter um estilo de vida saudável, incluindo atividade física regular e um plano alimentar nutritivo.

Dicas para quem está acima do peso e quer permanecer saudável

Como você pode ver, é possível ter sobrepeso e ser saudável – desde que você tome alguns cuidados:

Mantenha bons hábitos alimentares

Evite pular refeições, consuma pelo menos três xícaras de legumes e duas frutas diferentes por dia e consuma grãos e oleaginosas para garantir sua dose de fibras e antioxidantes.

Aposte também em alimentos mais frescos, menos processados e com conservantes – levar a sua própria  comida para o trabalho, viagem ou sala de aula faz com que você se alimente melhor e ainda ajuda a economizar.

A hidratação também é importante: beba pelo menos duas garrafas de água por dia, em vez de suco ou refrigerantes.

Exercite-se regularmente

Os benefícios das atividades físicas vão muito além da queima de calorias. Ser fisicamente ativo ajuda a prevenir doenças cardíacas, diabetes tipo 2, depressão, algumas formas de câncer e osteoporose.

Também pode melhorar o seu humor, melhorar a autoestima, reduzir a ansiedade e ajudar a gerenciar o estresse. E melhorar seu nível de condicionamento físico normalmente resulta em aumento de massa muscular, o que significa que seu corpo queima mais calorias o tempo todo.

Não fume

Fumar é altamente prejudicial à saúde: os fumantes são mais propensos a sofrer de infecções respiratórias e várias queixas menores, como tosse e resfriado.

O tabagismo ainda é fator de risco para o câncer e doenças cardíacas, cardiovasculares e pulmonares. Também pode causar problemas respiratórios e impactar negativamente rins, fígado e pâncreas.

Faça check-up regularmente

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um dado alarmante: em 2022 teremos mais crianças com excesso do que abaixo do peso em todo o planeta.

Por isso, é preciso fazer um acompanhamento para prevenir problemas mais drásticos desde a adolescência, com um check-up específico para essa faixa etária.

Também é fundamental contar com um médico de confiança e o apoio de um nutricionista e de psicólogo, para garantir também seu bem-estar mental.

Cada pessoa é única

As pessoas existem em todas as formas e tamanhos. Todo mundo queima calorias em taxas e velocidades diferentes, o que afeta o controle de peso.

Acrescente ainda a genética e fica mais fácil entender porque é praticamente impossível criar uma fórmula única para perda de peso que funcione para todos.

Fica então o lembrete sobre a importância da alimentação saudável e do exercício regular, que são fundamentais para garantir uma vida com mais saúde, independentemente da perda de peso.

Perder um pouco de peso pode aumentar sua saúde sem necessariamente mover seu IMC para o alcance “normal”: eliminar algo em torno de 5% a 10% do peso corporal pode proporcionar melhorias nos índices de colesterol, açúcar no sangue e de pressão arterial.

Além disso, fazer check-up com regularidade ajuda a monitorar suas condições e prevenir qualquer problema logo nos primeiros estágios, aumentando as chances de cura e de uma vida mais longa e feliz.

Conheça a equipe Vita Check-up Center e descubra como ela pode ajudar a cuidar cada vez mais e melhor de sua saúde.


Copyright 2018 VitaCheckup Center. Todos os Direitos Reservados.