Agende o check-up dos executivos da sua empresa. Condições especiais para empresas do RJ. Continue explorando

LogoVITACFCorSFHD

RESULTADOS DOS EXAMES

Veja a diferença entre estresse e ansiedade – e viva melhor!

Aos olhos de uma pessoa leiga, pode ser bastante difícil enxergar e entender a diferença entre estresse e ansiedade.

Ambos podem levar a noites sem dormir, exaustão, preocupação excessiva, falta de foco e irritabilidade.

Mesmo os sintomas físicos – como ritmo cardíaco acelerado, tensão muscular e dores de cabeça – podem afetar tanto as pessoas que sofrem de estresse quanto aquelas diagnosticadas com um distúrbio de ansiedade.

Com sintomas que podem parecer tão comuns aos dois quadros, como saber a diferença entre estresse e ansiedade e entender qual é o melhor caminho: trabalhar com a respiração profunda ou procurar ajuda profissional?

Esse artigo pode ser bastante útil nesse sentido – então siga na leitura e descubra como garantir mais saúde e qualidade de vida.

O que é estresse?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, nem todo estresse é ruim. Quando ele é um elemento positivo em nossas vidas, nos ajuda a aprender coisas como:

  • Resiliência;
  • Solução de problemas;
  • Como se adaptar aos desafios do dia a dia.

O estresse se torna um problema quando é intenso, recorrente ou permanece não resolvido ao longo de um período de tempo. Nesse ponto, o estresse pode ser muito prejudicial para a nossa saúde – física e mental. Há uma série de transtornos emocionais e físicos ligados ao quadro, incluindo:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Ataques cardíacos;
  • Derrames;
  • Desconforto gastrointestinal;
  • Obesidade;
  • Hipertensão, entre outros.

Segundo algumas estimativas, até 80% de todas as doenças e enfermidades são iniciadas e agravadas pelo estresse.

A longo prazo, ele pode aumentar suas chances de desenvolver doenças como diabetes, doenças cardíacas, abuso de substâncias e ansiedade.

Por que os sintomas do estresse aumentam no final do ano?

Sintomas de estresse

Entender a diferença entre estresse e ansiedade é fundamental para entender os sintomas ligados ao estresse.

Altos níveis de estresse podem causar estragos na mente, no corpo e até na sua carreira – muitas profissões são severamente afetadas pelo estresse, colocando não só a vida profissional, mas também a vida de muitas outras pessoas em risco.

Embora o estresse possa se manifestar de várias maneiras, ajuda a conhecer alguns sintomas comuns:

  • Dores de cabeça frequentes;
  • Distúrbios de sono;
  • Palmas ou pés suados;
  • Dificuldade em engolir;
  • Irritabilidade;
  • Preocupação excessiva;
  • Dificuldade de concentração;
  • Problemas de memória;
  • Cansaço;
  • Baixa libido.

Os sintomas do estresse podem variar e mudar com o tempo. Indicações sobre suas próprias respostas ao estresse podem ajudá-lo a aumentar a consciência de como o estresse se manifesta em cada um.

como controlar a ansiedade-Vita

O que é ansiedade?

Muitas pessoas usam os termos como sinônimos – mas há uma diferença entre estresse e ansiedade.

O estresse é uma resposta a um fator causador de estresse (estressor) existente. Ansiedade é a experiência contínua de estresse, que é desproporcional ao estressor ou que continua bem depois que o estressor desaparece.

Embora estejam intimamente relacionados, nem todas as pessoas que sofrem de estresse experimentam ansiedade.

Gerenciar adequadamente e entender a diferença entre estresse e ansiedade é um fator crítico na prevenção da ansiedade e de uma série de outros problemas que podem levar a ele.

Sintomas ligados à ansiedade

A característica mais marcante do quadro é a preocupação excessiva (sobre um número de eventos ou atividades) ocorrendo por um período de seis meses ou mais.

A intensidade da ansiedade ou preocupação é desproporcional em relação à probabilidade ou impacto real do evento ou eventos previstos.

Outros sintomas incluem os seguintes quadros:

  • Dificuldade em controlar a preocupação;
  • Dificuldade de concentração ou de deixar a mente em branco;
  • Irritabilidade;
  • Tensão muscular;
  • Distúrbios de sono;
  • Sintomas psicossomáticos: dores de cabeça, dores de estômago, tontura, agulhadas pelo corpo;
  • Sintomas físicos: falta de ar, taquicardia, sudorese excessiva, falta de ar, dor no peito.

Lidando com o estresse

Aprender a diferença entre estresse e ansiedade e saber lidar com isso pode exigir algumas tentativas e erros.

O que funciona para o seu melhor amigo pode não funcionar para você. É importante criar seu próprio “kit de emergência para redução de estresse”, para que você possa acessá-lo assim que os sintomas surgirem. Veja a seguir algumas sugestões:

  • Faça meditação: embora existam muitos apps sobre o tema, a melhor opção ainda é desconectar-se do mundo digital e se reconectar com o mundo natural por um período específico de tempo todos os dias. Sente-se ao ar livre e aproveite a oportunidade para perceber o que está ao seu redor usando todos os seus sentidos;
  • Pratique exercícios: as atividades físicas diárias liberam substâncias químicas que criam a sensação de bem-estar em seu cérebro. Fazer do exercício um hábito diário pode proteger sua saúde física e mental de reações negativas a eventos estressantes;
  • Adote um novo estilo de vida: existem várias mudanças que podem ser adotadas de uma maneira prática – uma rotina de exercício diário, de sono, alimentação mais saudável e evitar cafeína e álcool são algumas opções úteis para diminuir os sintomas de ansiedade;
  • Manter sua rotina de check-ups em dia: acompanhar a sua saúde ajuda a entender melhor a diferença entre estresse e ansiedade, além de manter seus sintomas e consequências sob controle. Dessa forma você previne doenças mais graves – o que ajuda a garantir mais saúde e bem-estar por mais tempo!

Todo mundo experimenta períodos de maior estresse e, às vezes, ele pode ser bastante intenso. Saber diferenciar e, principalmente, tratar a ansiedade e o estresse são essenciais. Para garantir o diagnóstico adequado, busque o suporte de profissionais especializados.

Agora você já sabe a diferença entre estresse e ansiedade. Quer saber ainda mais sobre saúde e qualidade de vida? Então acompanhe o blog do VITA Check-up!

Compartilhe
×